quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Eco Run se despede com corrida no Rio de Janeiro

Prova no Aterro do Flamengo reúne 5 mil corredores

Muita beleza e alegria na Eco Run do Rio de Janeiro - Fotos: Daniel Werneck

Circuito de provas que mistura natureza com bem estar, o Eco Run chegou, neste domingo (17), à sua sexta e última cidade do ano. O Rio de Janeiro foi sede do evento, que reuniu 5 mil participantes no Aterro do Flamengo para correr 5 ou 10 km em uma grande festa.
E um dos que mais comemorou foi Jefferson Martins. Corredor de longa data, o metalúrgico fez sua primeira prova após 2 meses afastado. “Uma operação me tirou das corridas por dois meses. O médico me liberou para correr hoje e fui um pouco devagar. Fiz em 27 minutos e foi tudo tranquilo. Semana que vem já tem nova prova”, comemorou o participante de 37 anos que correu 5 km.
E pelo currículo de Jefferson percebe-se que ele é daqueles 'viciados' em corrida. “Não sei dizer quantas corridas fiz este ano. Na carreira já devo estar próxima da centésima”.
Outra aficionada por corridas de rua que participou da Eco Run é Katia Cristina Peixoto. Esta publicitária, que já soma 71 medalhas em provas, era só elogios. “O clima estava excelente e a organização perfeita. O percurso estava com bastante hidratação e gostei muito da corrida. Fiz 5 km em 30 minutos mas entrei hoje mais para curtir o clima e o evento”, relatou Katia que também elogiou o local da prova.
“O Aterro do Flamengo é um lugar que eu conheço bem. Não tem buracos e é ótimo para se correr”.
E assim como corredores de longa data, o Eco Run também foi palco para os iniciantes, que ainda não possuem um currículo tão vasto. Caso da jovem Renata da Silva, que aproveitou o feriado prolongado para colocar em prática seu recente gosto por corridas de rua.
“Aproveitei esses dias de folga para me preparar bem para a Eco Run. Comecei a correr este ano e vi nesta prova uma boa chance para baixar meu tempo. Corri 5 km em 30 minutos e estou bastante satisfeita, contou a estudante de 23 anos, que começou a correr incentivada pelas amigas.
“No começo sofria bastante, mas hoje já percebo inúmeras melhorias. A corrida de rua definitivamente entrou no meu dia a dia”.